Economia · Política

Aumento abusivo de preço dos combustíveis mobiliza Ministério Público

Sinopse MS

Edição: Sérgio Botêlho

Manchete e submanchetes do portal do Correio do Estado. DURANTE A GREVE. MPE abre inquérito para investigar aumento abusivo nos combustíveis/

FAZENDA NACIONAL. Débitos de INSS de 15 empresas de MS superam R$ 419,9 milhões. Maiores devedoras são usinas sucroalcooleiras, frigorífico, siderurgia, curtume, entre outras/

PRESIDENCIÁVEIS. Sem soluções, pré-candidatos prometem investimento no campo. Na corrida à Presidência, questão indígena e melhorias fazem parte dos discursos em MS/

ECONOMIA. Resgate de cotas do fundo PIS/Pasep é liberado para todas as idades/

QUEDA. Estiagem derruba produtividade do milho e safra deste ano pode ficar 28% menor. Os dados constam no Relatório de Acompanhamento de Safras do Projeto Siga (Sistema de Informações Geográficas)/

GREVE DA BOLEIA. Uso de Forças Armadas nas estradas deve acabar amanhã {hoje}, diz ministro/

CONTRABANDO. Quarteto é preso com 180 quilos de agrotóxico em Coxim/

PONTA PORÃ. Motorista atira contra policial e abandona carga de maconha/

ATÉ SEXTA. Jaraguari recebe Carreta da Justiça nesta semana/

CENÁRIO DE ESTIAGEM. Rally da Safra chega em MS nesta segunda-feira.

Manchete e submanchetes do jornal Correio do Estado

Capa

Sucateada, ferrovia só acumula prejuízo. A falta de política pública de incentivo ao transporte ferroviário, aliada a décadas de abandono, fez com que a ferrovia que liga Corumbá ao Porto de Santos (SP) fosse parcialmente desativada, somando dívida milionária/

Pesquisa e inovação sem dinheiro. O governo do Estado reduziu o orçamento da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia (Fundect). Conforme dados do Portal da Transparência, nos últimos quatro anos, o corte chegou a 75%. O fomento a pesquisadores e estudantes despencou de R$ 15,9 milhões em 2014 para R$ 4 milhões neste ano/

INSS. Empresas devem mais de R$ 419 milhões à Previdência. Quinze empresas de Mato Grosso do Sul somam uma dívida de mais de R$ 419,9 milhões com a Previdência Social. Os dados são da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN). No ranking das devedoras se destacam usinas sucroalcooleiras. No total, são mais de nove mil empreendimentos com débitos/

Crime organizado. Facção criminosa lucra R$ 400 milhões por ano/

Caminhoneiros. União descarta prorrogar uso das Forças Armadas/

Bonito. Avanço da agropecuária ameaça Rio da Prata/

Combustíveis. Governo estuda política para reduzir preços/

Presidenciáveis. Pré-candidatos miram no campo em passagens pelo Estado/

Estiagem castiga e preço do milho dispara em MS.

Página 3 – Política

Sem soluções, pré-candidatos prometem investimento no campo. Na corrida à Presidência, questão indígena e melhorias fazem parte dos discursos em MS. “Com a economia funcionando bem, temos empregos. Precisamos continuar seguindo esse plano”. Henrique Meirelles, pré-candidato pelo MDB.

Página 5 – Economia

Fazenda Nacional. Débitos de INSS de 15 empresas de MS superam R$ 419,9 mi. Maiores devedoras são usinas sucroalcooleiras, frigorífico, siderurgia, curtume, entre outras.

Coluna Diálogo. Cristina Medeiros

Felpuda. Os dirigentes do Legislativo, Judiciário, Tribunal de Contas e Ministério Público estão fazendo as contas para apurar o tamanho do aperto com a queda drástica da arrecadação do Estado. E o governador Reinaldo Azambuja pediu bom senso. Não adianta chorar porque a paralisação dos caminhoneiros estancou a arrecadação de Mato Grosso do Sul. Mas, como promessa é dívida, será votada esta semana, na Assembleia Legislativa, a redução de 17% para 12% da alíquota do ICMS do diesel no Estado.

Manchete e submanchetes do portal MidiaMax

Preso frentista que usava trabalho em posto de combustível para vender drogas. Ele já tinha passagens por tráfico de drogas/

Esperando protesto convocado na web, caminhoneiros se concentram em estádio. Caminhoneiros e apoiadores se concentram, ao lado de 15 caminhões, no estacionamento do estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Pantanal terá espaço exclusivo em um dos zoológicos mais visitados dos Estados Unidos. Animais já estão no zoológico e serão exibidos no espaço exclusivo.

Manchete e submanchetes do portal Campo Grande News

Gelado. Frio provocou sensação térmica de 6ºC em Aral Moreira e Ponta Porã.

Protesto acaba, mas gasolina continua como sacrifício diário do brasileiro. Desabastecimento e alta do preço revelaram como a população não vive sem combustíveis e pouco questiona dependência.

Manchete e submanchetes do portal Dourados News

TRADIÇÃO. Em Bonito, Renato Câmara homenageia pioneiros da Família Mattos

Manchete e submanchetes do portal FatimaNews

NVESTIMENTOS NO MS. Governo do Estado investe R$ 34,77 milhões para dar competitividade a empresas de MS.

Manchete e submanchetes do portal TopMídia

PDT de MS vai disputar vagas na Assembleia Legislativa com chapa pura. Informação é do vereador Odilon de Oliveira Júnior, que indica mais uma candidatura ao Senado. O empresário Chico Maia é pré-candidato declarado ao Senado. Ele é do Podemos, partido que surgiu com o fim do PTN, o Partido Trabalhista Nacional.

Economia · Petrobras

Greve dos caminhoneiros caminha para inédito impasse

O dia amanhece outra vez sob forte expectativa envolvendo a greve dos caminhoneiros, no país, com fortes ameaças ao abastecimento de alimentos e de funcionamento dos sistemas de transportes públicos viários e aéreos.

Nesta quarta-feira, 23, o presidente da Petrobras, Pedro Parente, anunciou a redução de 10% e congelamento por 15 dias no preço do diesel. A Câmara aprovou, à noite, a retirada dos impostos referentes ao PIS-Cofins sobre o diesel.

As medidas não agradaram aos grevistas, que anunciaram a continuidade do movimento, hoje. No início da manhã, várias ações dos caminhoneiros em rodovias indicam, mesmo, que o movimento prossegue, embora mais tarde haja possibilidade de nova deliberação.

A ação dos caminhoneiros tem movimentado, ainda, outras categorias profissionais que lidam com transporte, a exemplo de taxistas e mototaxistas que ensaiam mobilizações contra o preço da gasolina.

Pois bem. Ontem, foi preso o ex-governador de Minas Gerais, Eduardo Azeredo, do PSDB, por conta do chamado mensalão tucano. Também foi expedida ordem de prisão contra o ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares.

Em Brasília, correm os últimos dias da mobilização nacional dos prefeitos reunidos na XXI Marcha dos Prefeitos a Brasília, em busca de mais recursos para os municípios, junto à União, e por royalties do petróleo.

Quem conseguiu importante manifestação de prefeitos em seu favor foi o senador Moka, do MDB do Mato Grosso do Sul, candidato único do partido ao Senado, nas eleições deste ano. 79 prefeitos, presentes ou não em Brasília, assinaram manifesto defendendo a reeleição do emedebista sul-mato-grossense ao Senado da República. No manifesto, os prefeitos alegam, na defesa de Moka, o apoio que o parlamentar vem oferecendo aos municípios no que se refere à destinação de verbas para obras e ações. A Marcha dos Prefeitos termina nesta quinta-feira, 24, hoje.

(Sérgio Botêlho)

Economia · Gasolina

Fatos marcantes da terça-feira, 22: combustível, MDB e orçamento

Crédito da foto: CanvaTrês fatos marcaram a vida política em Brasília nessa terça-feira, 22. O primeiro, que já se arrastava desde a madrugada, foi a greve dos caminhoneiros por conta do preço do diesel.

O segundo, o anúncio feito pelo presidente Michel Temer, em evento do MDB, de que o candidato do partido à presidência da República seria, mesmo, o ex-ministro da Fazenda, Henrique Meirelles.

O terceiro, foi a instalação da Comissão Mista de Orçamento da União para 2019, um pouco atrasada em seu cronograma, que vai ter como relator-geral o senador Moka, do MDB do Mato Grosso do Sul, indicado que foi pela líder peemedebista Simone Tebet.

Sobre a greve dos caminhoneiros, o governo anunciou ontem sua disposição em extinguir a cobrança da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide-combustíveis), sobre o diesel, o que, segundo o noticiário de agora pela manhã, não agradou aos caminhoneiros.

No que tange às eleições 2018, o MDB agora tem pré-candidato único na figura do ex-ministro Henrique Meirelles, que já praticamente havia sido lançado pelos emedebistas sul-mato-grossenses em evento do partido no último final de semana, em Campo Grande.

O nome de Meirelles, anunciado por Temer, resolve, de imediato, o problema a indecisão do partido a respeito do assunto, e vai permitir aos emedebistas partirem, inclusive, para negociações de alianças.

O terceiro assunto, a instalação da Comissão Mista de Orçamento da União para 2019, põe o Mato Grosso do Sul em posição confortável já que o relator geral, que vai assinar, ao final dos trabalhos, a proposta de Orçamento Federal para 2019, ficou com o senador Moka.

A proposta do governo para o Orçamento da União do próximo ano somente chega ao Congresso Nacional no final do mês de agosto. Segundo Moka, o mais imediato é a aprovação da Lei de Diretrizes Orçamentárias, a LDO, até o início do recesso parlamentar, em 17 de julho.

(Sérgio Botêlho)

Economia · Violência

Expectativas no consumo animam comércio em Campo Grande; quadrilha especializada em roubo de automóveis é presa.

Crédito da Foto: site do Shopping Campo GrandeExpectativas no consumo animam comércio em Campo Grande; quadrilha especializada em roubo de automóveis é presa.

_Sinopse MS_

Edição: *Sérgio Botêlho*

*Manchete e submanchetes do portal do Correio do Estado*. Operação Shirak. Quadrilha especializada em furto e desmanche de veículos é presa/

CONSUMO. Dia dos Namorados poderá movimentar R$ 150 milhões no comércio do Estado. Consumidor vai gastar 20% menos com presentes em relação a 2017

CAMPO GRANDE. Passageiros reclamam de estrutura e superlotação nos ônibus. Novos veículos estão previstos somente em agosto/

INFLAÇÃO ABRIL. Consumo baixo mantém inflação estável em Campo Grande/

Pelo 3º mês consecutivo grupo alimento teve deflação/

Macroanel Campo Grande. Caminhão caçamba tomba em área de descarte de entulhos/

Novo atendimento. Com mudanças, mais segurados podem ter atrasados no INSS/

Falha técnica. Aeronave da FAB que vinha para Campo Grande faz pouso forçado em MT/

Benefício. Fachin anula decisão que cortava pensões de 19.520 filhas de servidores/

Na prisão. Defesa pede volta de benefícios de ex-chefe de estado para Lula/

Circo com tradição de 200 anos faz apresentações na Capital/

Condenados na Itália. Brasileiros são condenados por fraude em cidadania italiana/

Funsat Itinerante estará em 3 bairros da Capital/

Luz da Infância 2. Investigação contra pornografia infantil começou há 6 meses/

PNAD. Estado tem 104 mil analfabetos com 15 anos ou mais/

Parceria. Uems e Feirona preparam registro de patrimônio/

Alguns políticos e dirigentes de órgãos e empresas estatais estão armando “visitas e palestras” de pré-candidatos nas próximas eleições, como se isso fosse prática comum desde sempre. Em verdade, trata-se de campanha eleitoral escancarada, o que é terminantemente proibido. É impressionante, para não dizer outra coisa, como algumas figurinhas se julgam suficientemente espertas para burlar regras.

Economia · eleições 2018 · Violência

Trânsito em São Paulo tem acréscimo de mortes; Rotina de violência contra a mulher complica a vida do juiz da Corte de Direitos Humanos; Zona Franca de Manaus sofre denúncias

Trânsito em São Paulo tem acréscimo de mortes; Rotina de violência contra a mulher complica a vida do juiz da Corte de Direitos Humanos; Zona Franca de Manaus sofre denúncias

PORTAIS DE NOTÍCIAS:

Manchete e destaques da hora de O Globo online: Áudios revelam agressões de juiz da Corte de Direitos Humanos à ex-mulher. Material obtido pelo GLOBO indica uma rotina de violência de Roberto Caldas contra Michella Marys/

‘Ai! Credo, doeu!’, diz ex-mulher de juiz ao ser agredida e xingada de ‘cachorra mentirosa’. Gravações foram feitas pela própria Michella Marys/

Roberto Caldas deixa Corte Interamericana após ser acusado de agressão pela ex-mulher. Segundo seu advogado, agressões foram das duas partes/

Moro manda Polícia Federal abrir inquérito contra Beto Richa. Caso estava no STJ. PF tem 30 dias para concluir investigações com base em delações da Odebrecht sobre o ex-governador/

Apontado como operador de propinas do PSDB em SP, Paulo Preto deixa prisão. Ex-diretor da Dersa saiu da penitenciária de Tremembé após decisão do ministro Gilmar Mendes/

Fora da disputa, Bernardinho apresenta pré-candidatos. Técnico diz que estado chegou ‘ao fundo do poço’/

Marina diz que buscará votos de eleitores de Lula e Barbosa. Pré-candidata da Rede à Presidência defende mudanças e diz que PT, PSDB e PMDB ‘já tiveram suas chances’/

Em evento do Novo, ex-presidente do BC defende privatizar Petrobras. Gustavo Franco afirmou que não basta à estatal mudar práticas internas/

Meirelles vai usar Lula em sua pré-campanha à Presidência. Ex-ministro veiculará vídeos em que é elogiado pelo ex-presidente petista, em cujo governo foi presidente do BC nos dois mandatos/

 

Manchete e destaques da hora do Estadão online: Mais de 41 mil vítimas. Após cinco anos em queda, mortes no trânsito têm alta de 23% em 2017. De cada quatro acidentes no País, três envolvem motocicletas, aponta o DPVAT/

Temer deixa de cumprir promessas de programa/

BR18: Bolsonaro não voa mais abaixo do radar. Isso acabou. Sua desastrada fala comparando autorização para execuções na ditadura com tapa no bumbum de uma criança mostra que cada derrapada, a partir de agora, poderá ter alto custo nas suas pretensões eleitorais/

Mãe PM reage a assalto na porta de escola e ladrão morre/

Advogado de Brasília. ‘Vou pegar uma faca e vou te matar’, disse Roberto Caldas, segundo ex-mulher/

Ex-governador do PR. Moro manda abrir inquérito contra Beto Richa/

Rio de Janeiro. Arma utilizada para matar Marielle e Anderson foi uma submetralhadora/

Paris. Autoridades francesas identificam autor de ataque reivindicado pelo EI/

Crise. Colapso econômico volta a assombrar os argentinos.

 

Manchete e destaques da hora da Folha online: Zona Franca dá incentivo a beneficiário do Bolsa Família. Outro lado: 1,3 milhão de notas fiscais não foram checadas e só há 5 agentes para cargas/

Tragédia dos sem-teto. Centro de SP é repovoado aos poucos, mas patina em ações de revitalização. Resolver habitação social é chave para a área, dizem urbanistas/

Odebrecht abastecia setor de propinas com caixa dois de venda de imóveis. Empresa aceitava pagamento sem registro/

Elio Gaspari: A CIA achou que Geisel dominaria a ‘tigrada’. O general sabia que havia uma matança, autorizou que continuasse e os americanos acharam que ele a controlaria/

Janio de Freitas: Teor do documento da CIA não muda só os papéis alardeados dos ditadores/

Palanque fashion começa a agitar bastidor eleitoral. Sem Lula, esquerda revela racha também em guarda-roupa; influenciada por jovens, direita aposta em ‘visual top’/

Vinicius Torres: Para políticos do centrão, Alckmin é opção de última instância/

‘Fake News’ entra no currículo para testar senso crítico de vestibulandos. Escolas ajudam alunos a desenvolver capacidade crítica e avaliar notícias.

 

 

 

Economia

TJ toma decisão que favorece redução do preço do consumo d’água

Sinopse MS

Edição: Sérgio Botêlho

Manchete e submanchetes do portal do Correio do Estado. Disputa no tribunal. Água em Campo Grande deve ficar mais barata com decisão do TJ/

CAMPO GRANDE. Café da manhã mais caro: leite e pão francês aumentaram até 6% em abril. Pesquisa mensal aponta maiores altas e baixas nos preços dos alimentos/

NA VILA TAQUARUSSU. ‘Taradão’ mexe com mulheres e apanha antes de ser preso. Suspeito tentou revidar agressões em guardas/

33 casos. MTb encontra fraudes no seguro-desemprego em MS. Pagamentos foram bloqueados por ministério/

Infraestrutura. Paraguai quer financiar 100% obra de ponte que liga o país ao Estado. Construção da estrutura está orçada entre US$ 6 milhões e US$ 8 milhões.

 

Manchete e submanchetes do jornal Correio do Estado

Capa

Russos assumem fábrica bilionária em até 90 dias. Unidade de fertilizantes. Petrobras confirmou ontem que deu início à negociação exclusiva com o grupo Acron/

Ex-prefeito de dourados nega conversa com PSDB. Murilo Zauith, presidente regional do DEM, rebateu a declaração de que haja negociação para aliança entre democratas e tucanos, para que seja o vice de Reinaldo Azambuja (PSDB)/

Fundo de financiamento. Contratações do FCO ficam abaixo do previsto para MS/

Corrida contra o tempo. Foi intensa a movimentação de eleitores na Central de atendimento ao eleitor (Cae), no Parque dos Poderes. a expectativa era de atender cerca de três mil pessoas no último dia para o cadastramento. até o início da tarde de ontem, 71 mil pessoas corriam o risco de ter o título cancelado/

Violência. Campo Grande tem 141 roubos em menos de duas semanas/

Liminar. Decisão do TJ derruba taxa mínima de água/

Supremo. Ministro quer ampliar restrição ao foro privilegiado/

Cheia sob controle. Prejudicial para o milho safrinha, o longo período de estiagem pode ajudar a controlar a cheia do Pantanal. Sem chuvas torrenciais há 33 dias, em Ladário, o nível do rio começou a dar sinais de estabilidade/

Seguro desemprego. Mte flagra casos de fraude no estado/

Febre aftosa. Campanha de vacinação deve ser prorrogada

Página 3 – Política

Sucessão estadual. Rinaldo diz que Murilo será vice de Azambuja e cria polêmica. Ex-prefeito de Dourados negou que tenha conversado com o líder do PSDB sobre aliança. MDB preferido pelo partido. No primeiro evento do DEM na Capital, em abril, esteve o pré-candidato à Presidência da República Rodrigo Maia, que chegou acompanhado do pré-candidato ao governo estadual André Puccinelli (MDB). Ele já declarou ser o preferido de Mandetta e Tereza Cristina/

Eleições. Tucanos esperam MDB de volta à base do governo. Os deputados estaduais do PSDB esperam que os colegas do MDB retornem à base aliada do governo do Estado após as eleições de outubro/

Itaquiraí. Prefeito pode pagar R$ 50 mil por propaganda antecipada.

 

Manchete e submanchetes do portal MidiaMax MP-MS recomenda suspensão de contrato da Solurb em ação popular. Promotor do MPMS se manifestou favorável à ação popular/

‘Ele é inocente’: defesa de Giroto descarta delação premiada. Lama Asfáltica ainda não confirmou nenhuma colaboração de réus com a Justiça/

Presidente do TJ derruba liminar que suspendia redução na tarifa mínima de água. Decisão é mais um capítulo de embate jurídico entre município e concessionária

Defesa de Giroto e de mais quatro recorre ao STF contra prisão na Lama Asfáltica/

MPF pede bloqueio de R$ 950 mil de suspeitos de desviar recursos do HU.

 

Manchete e submanchetes do portal Campo Grande News

Após confirmação de venda. Justiça convoca Petrobras sobre dívida de R$ 40 milhões em fábrica/

Capital. TJ volta a suspender tarifa mínima de água e esgoto na Capital/

Eleições 2018. Azambuja vê com tranquilidade saída do MDB da base: “questão política”/

Cidades. Decisão que liberou Giroto foi “absurda e ilegal”, afirma ministro do Supremo. Alexandre de Moraes contestou manifestação do TRF-3 que anulou prisão de réus da Lama Asfáltica decretada no Supremo 11 dias antes.

Economia · Educação · eleições 2018 · Lula · STF

Destaques da semana: Inscrições do Enem; crédito positivo; privatização da Eletrobrás; julgamento virtual do pedido de liberdade para Lula

Destaques da semana: Inscrições do Enem; crédito positivo; privatização da Eletrobrás; julgamento virtual do pedido de liberdade para Lula

A semana começa com o início do período de inscrições no Exame Nacional de Ensino Médio (Enem), já nesta segunda-feira, 07, que seguem até a outra sexta-feira, 18. Também, hoje, será conhecido o balanço final dos pedidos de isenção da taxa da inscrição.

Para quem não conseguiu a isenção, a taxa de inscrição vai custar R$ 82, mesmo valor de 2017, e poderá ser paga até o dia 23 de maio, cinco dias depois de terminadas as inscrições no Exame, nas agências bancárias, casas lotéricas e Correios.

A semana também reserva algumas expectativas na seara política e judicial. Na Câmara dos Deputados, os parlamentares continuarão tentando votar a inclusão obrigatória dos consumidores no Cadastro Positivo. Atualmente, essa inclusão é optativa.

Nessa terça-feira, 08, o presidente Michel Temer vai reunir os líderes da base, na tentativa de fazer com que a matéria seja aprovada. Não somente a questão do Cadastro Positivo, mas, também, da privatização da Eletrobras.

O problema que atinge a votação de ambas as matérias atende pelo nome de eleições 2018. É que ambas carregam vieses de impopularidade e os deputados aceitam tudo menos se indispor com o eleitorado a cinco meses da eleição de 07 de outubro.

Enfim, para a próxima quinta-feira, 10, está previsto o término da votação virtual dos ministros que compõem a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal sobre pedido da defesa de Lula, em favor da liberdade do ex-presidente preso em Curitiba desde 05 de abril passado.

Os advogados argumentam que Lula somente poderia ter sua prisão decretada após a votação dos embargos de declaração pendentes no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), o que somente foi acontecer em 18 de abril, 13 dias após a prisão.

Outros acontecimentos, por exemplo, ligados à Lava Jato, não são passíveis de antecipação. Mas, como todos sabem, são sempre possíveis de acontecer. Lembrando que esta é uma semana cheia, sem feriados, e portanto, mais possível de reservar surpresas.

Economia · eleições 2018 · Internacional · Justiça · Política

Governança, economia e eleições 2018 são os destaques da mídia do Mato Grosso do Sul

Sinopse MS

Edição: Sérgio Botêlho

Manchete e submanchetes do portal do Correio do Estado.

Desconto no IPTU para casa com câmera não será aplicado. Benefício promulgado pela Câmara, além “autorizativo” é inconstitucional, diz procurador/

Dia das Mães deve injetar mais de R$ 202 milhões na economia do Estado. Gasto médio com presente será de R$ 137,88/

Ação Civil. MP solicita 2º bloqueio à Justiça contra Solurb/

Vaca brava causa transtornos na pista e danifica viaturas policiais/

Hospital Regional de Dourados. Azambuja diz que ordem de serviço para obra de hospital sai em 15 dias/

Bataguassu’ Amiga virtual’ exige dinheiro para não vazar fotos íntimas/

Nova etapa. Prefeitura arrecadou R$ 4,7 milhões com pagamentos da taxa do lixo. Valor é referente a pagamentos da nova cobrança feitos até sexta/

Eleições 2018. PT reafirma candidatura de Lula para presidente da República/

Motorista campo-grandense morre atropelado por carro em rodovia de SP. Condutor do carro estava embriagado e foi preso, em Borborema/

Pesquisa eleitoral. Azambuja diz que é cedo para pensar em segundo turno das eleições. Governador aparece em 2º lugar em pesquisa divulgada pelo Correio do Estado.

 

Manchete e submanchetes do jornal Correio do Estado

Capa

UFMS corta R$ 70 milhões e fecha cursos. Ensino superior. Universidade Federal de Mato Grosso do Sul reduziu 60% dos investimentos e 40% da verba de custeio/

Nelsinho e Zeca lideram pesquisa para o Senado. Entre os pré-candidatos para o Senado, Nelsinho Trad (PTB) aparece na liderança de pesquisa do Ipems, com 41,59% das intenções de voto. José Orcírio, o Zeca do PT, tem 31,76% da preferência e Waldemir Moka (MDB), 23,58%/

Lavagem de dinheiro põe bancos na mira do MP. O Ministério Público Federal quer saber se traficantes e contrabandistas usam agências da região de Naviraí para lavar dinheiro. Há suspeita de omissão de dados financeiros/

Otimismo para o Dia das Mães. O Dia das Mães deve movimentar R$ 202 milhões no comércio de Mato Grosso do Sul, conforme pesquisa de intenção de compras da Fecomércio. Em Campo Grande, a estimativa é de que a data, segunda mais importante para o setor, movimente R$ 28,7 milhões/

Imposto de Renda. Receita Federal aguarda mais de 180 mil declarações/

Prefeitura arrecada R$ 4,7 milhões com nova taxa/

Justiça nega pedido de Dilma para visitar Lula/

Refis das microempresas. Em MS, 10 mil empresas devem ao fisco/

Bariátricas. Ação contra cobrança por cirurgias do SUS não avança. Processo em que o médico Jaime Yoshinori Oshiro é acusado de cobrar de pacientes para realizar cirurgias que deveriam ser de graça, bancadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS), está parado na Justiça. Há sete meses que decisão do juiz é aguardada.

 

Página 3 – Política

Nelsinho e Zeca seriam hoje os dois senadores eleitos no Estado. Pesquisa do Ipems mostra a dificuldade da reeleição de Moka e Chaves, e Harfouche surpreende/

Coffee Break. Recurso de ex-vereador será analisado pelos desembargadores nesta terça. EX-VEREADOR. airton Saraiva é acusado de improbidade administrativa/

Governo do estado. Pré-candidatos apostam em tempo de campanha. Juiz federal. Odilon de oliveira está em primeiro lugar na pesquisa feita pelo Ipems.

 

Manchete e submanchetes do portal MidiaMax

Agravo quer elevar para R$ 100 milhões bloqueio de bens em ação contra Solurb. Investigação aponta indícios de superfaturamento e propina/

Recurso de Lula será julgado em sessão virtual da Segunda Turma do STF/

Dólar passa de R$ 3,45 e fecha no maior valor em 16 meses. Em mais um dia de tensões no mercado financeiro, a moeda norte-americana fechou no maior valor desde o fim de 2016/

Justiça nega visita de Dilma Rousseff e outros políticos a Lula/

Lama Asfáltica: investigado assume gerência em Secretaria. A Prefeitura de Campo Grande nomeou na última sexta-feira (20) um servidor investigado na Operação Lama Asfáltica para um cargo de gerência na Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos)/

 

Manchete e submanchetes do portal Campo Grande News

No fim de semana. De 7 presos por dirigirem embriagados após mudança em lei, 3 ficam na cadeia/

Promotor de Justiça substituto. Um em cada 5 inscritos faltou a provas de concurso com salário de R$ 23,5 mil/

Pagamentos do dia 20. Prefeitura arrecadou mais R$ 4,7 milhões com “nova” taxa de lixo/

Cidades. MP da reforma trabalhista “caduca” e clima é de insegurança jurídica/

Detran notifica 2,2 mil donos sobre veículos que podem ir a leilão. Notificação dá prazo de 30 dias para proprietários de carros e motocicletas regularizarem débitos/

Comércio espera R$ 202 milhões em vendas para o Dia das Mães. Fecomércio prevê que mais da metade do valor, que já representa o dobro da previsão de 2017, vão para presentes; 71% dos consumidores querem pagar à vista.

 

Economia · Portos

Porto de Cabedelo: autorizados leilões de 3 terminais

O Diário Oficial da União, em sua edição desta terça-feira, 17, publicou autorização para a realização de leilões para concessões de três terminais de granéis líquidos do Porto de Cabedelo, na Paraíba.

Os referidos contratos vêm operando em virtude de aditivo, uma vez que os terminais que vão a leilão estão com seus contratos vencidos. Os leilões em Cabedelo acontecerão juntamente com os de outros seis portos brasileiros.

As autorizações são decididas pelo Conselho do Programa de Parcerias de Investimento (PPI), do governo federal, organismo que coordena o PPI, um programa que tem como objetivo implementar políticas voltadas para investimentos em infraestrutura.

Agora, será publicada a consulta pública, o que ocorrerá entre esta terça-feira, 17, e 28 de maio próximo, ato que antecede os leilões. A consulta pública estará à disposição dos interessados no site da Agência Nacional de Transportes Aquaviárias (Antaq).

Economia

Combate às fraudes: governo estadual e Receita firmam acordo colaborativo

Brasília – Parte das drogas e dinheiro apreendidos pela Polícia Civil do DF na operação “Delivery”, contra o tráfico de drogas durante o carnaval no Distrito Federal. (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O Governo da Paraíba, por meio da Secretaria da Segurança e da Defesa Social, e a Receita Federal do Brasil – RFB formalizaram convênios para compartilhamento das informações cadastrais entre as duas instituições.

O objetivo é buscar uma melhor prestação de serviços à população e, em especial, o combate mais efetivo às fraudes. Ambas as instituições acreditam que a atuação conjunta facilitará o esclarecimento de crimes contra a ordem tributária, crimes financeiros e outros crimes, como desvio de verbas públicas e tráfico de drogas.

O secretário executivo da Segurança e da Defesa Social, Jean Nunes, ressaltou que até agora apenas o estado de São Paulo conseguiu formalizar esse tipo de convênio com a Receita Federal. Os procedimentos para a implantação dos convênios foram iniciados com a realização de uma reunião, nessa quarta-feira (21), quando houve a aprovação de planos de trabalho e a definição do cronograma de execução.

Participaram das discussões por vídeo conferência o secretário da Segurança e Defesa Social, Claudio Lima, e sua equipe técnica, a diretora da Companhia de Processamento de Dados (Codata), Christhiny Masiero, o delegado da RFB, Marialvo Laureano, o delegado adjunto da RFB, Hamilton Sobral, a equipe técnica da Delegacia de Crimes contra o Patrimônio (Roubos e Furtos) de João Pessoa, além da equipe técnica da RFB em Brasília (DF). A previsão é que até o final do ano as instituições estejam com seus cadastros totalmente integrados.

“Juntamente com o delegado da Receita Federal, Marialvo Laureano, cremos que a atuação integrada das duas instituições fortalece a democracia e visa o bem comum de toda comunidade paraibana”, destacou Cláudio Lima.

FONTE: Secom-PB