Cultura · Justiça · Política · Religião

Páscoa: dia de pensar em mudança e esperança

Imagem do site do Vaticano

Sérgio Botêlho

O mundo Ocidental cristão celebra hoje a ressureição de Jesus Cristo, depois de torturado, três dias antes, pelas ruas de Jerusalém e crucificado fora dos muros da cidade, no lugar chamado Gólgota ou Calvário. Foi quando Jesus passou da ‘mansão dos mortos’ aos céus.

A Ressurreição de Cristo é um dos princípios fundamentais do Cristianismo, em todas as suas vertentes, e constitui-se em ato de fé dos que professam a religião, hoje, a mais numerosa em seguidores, no Planeta (2,2 bilhões de pessoas).

A Páscoa cristã tem inspiração semelhante à Páscoa judaica, no sentido de que significam passagem. Mas, se originam de fatos diferentes: os judeus comemoram a passagem (a travessia) do Mar Vermelho, sob a liderança de Moisés.

Também não ocorrem necessariamente no mesmo dia, as Páscoas cristã e judaica. Os cristãos comemoram a Páscoa no primeiro domingo de lua cheia depois do equinócio da primavera. Os judeus comemoram a sua na primeira lua cheia do mesmo equinócio.

Creio que, acima de tudo, raciocinar sobre mudanças, passagens e esperança deva ser o mais forte objetivo de todo o mundo ocidental, neste domingo de Páscoa de 2018, em que coincidem a Páscoa Cristã e a Judaica.

Neste momento, mais uma vez a humanidade está sob risco iminente de uma guerra mundial, desta feita, sem vencidos nem vencedores. E, nesse particular, o Ocidente deve ser protagonista no desarmamento de espíritos.

Também, agora, é possível ver o ódio se transformar em bandeira de franjas crescentemente radicalizadas e dispostas a exercer inexistentes e anticristãos direitos de superioridade de raça, de classe ou de pensamento. Da última vez em que isso ocorreu, a humanidade lembra bem de seus efeitos.

Convém lamentar que muitos dos que se autointitulam de cristãos se inscrevem entre essas legiões, raivosas e amantes da guerra e das armas, que nada guardaram do que viveu, representou e apregoou Cristo, absolutamente nada, coisa nenhuma.

Essa é a oportunidade de todos, principalmente os que imaginam-se cristãos, mas, também, os não cristãos, de realizarem um ato de contrição, relerem a vida de Cristo e a palavra dos apóstolos, e se reconciliarem, pela mudança de comportamento, com a humanidade.

Creio que esse deva ser o principal objetivo de todos nesse Domingo de Páscoa, um dia de festa, com toda a razão para os que professam o cristianismo, mas, também, um dia de muita tristeza para a maior parte da humanidade, que continua sem satisfazer princípios básicos da vida humana, que são os de se abrigar e de comer.

Que pensemos profundamente nisso!

Feliz Páscoa!

Cultura · Religião

Semana Santa é aberta neste domingo, 25, na Basílica das Neves

Segundo release distribuído pela Arquidiocese da Paraíba, a programação oficial da Semana Santa/Páscoa será realizada na Catedral Basílica de Nossa Senhora das Neves, no Centro de João Pessoa, com alguns eventos também ocorrendo em outras igrejas da Paróquia e nas ruas centrais da Capital.

Neste domingo, 25 de março, Domingo de Ramos, abrindo a Semana Santa, tem missas às 6h, 9h e 18h. A missa das 6h vai ser celebrada pelo Arcebispo Metropolitano da Paraíba, Dom Delson. Às 19h30 tem missa no Colégio Pio X.

Veja o restante da programação:

Dias 26 e 27 de março: Mutirão das Confissões das 14h30 às 17h e das 18h30 às 21h na Catedral. Terá Missa às 17h.

Dia 28 de março: Missa com Unção dos Enfermos às 17h na Catedral.

Dia 29 de março – Quinta-feira Santa: 9h: Missa dos Santos Óleos (Missa Crismal), na Catedral, celebrada por Dom Delson. 17h: Missa do Lava-Pés celebrada por Dom Delson. 18h30 às 21h: Vigília. 21h: Procissão do Silêncio, saindo da Catedral até a igreja do Carmo.

Dia 30 de março – Sexta-feira Santa: 9h: Via-Sacra. 12h: Ofício da Agonia do Senhor. 15h: Celebração da Paixão e Morte do Senhor, com Dom Delson. Em seguida: Procissão com a imagem do Senhor Morto pelas ruas centrais de João Pessoa.

Dia 31 de março – Sábado Santo: 20h: Vigília Pascal na Catedral, com Dom Delson. Dia 1º de abril – Domingo da Ressurreição do Senhor/Páscoa: 6h, 9h e 18h: Missas na Catedral Basílica de Nossa Senhora das Neves. A Missa das 9h vai ser celebrada pelo Arcebispo Metropolitano da Paraíba, Dom Delson. 19h30: Missa no Colégio Pio X.

Cultura · Educação · Internacional · Sociedade

ONU divulga guia com orientação favorável à igualdade de gêneros

Perto de completar dez anos, o guia “Orientações Técnicas de Educação em Sexualidade”, voltado para legisladores que trabalham na elaboração de currículos escolares no mundo todo, teve esta semana sua edição atualizada pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO).

Em sua nova versão, a publicação enfatiza uma educação em sexualidade mais abrangente e de qualidade, de forma a promover saúde, bem-estar, respeito aos direitos humanos e igualdade de gênero, empoderando crianças e jovens para uma vida mais saudável, segura e produtiva.

O guia foi publicado no Brasil em 2014 com o título “Orientações Técnicas de Educação em Sexualidade para o Cenário Brasileiro”.

“Com base nas evidências científicas mais recentes, o guia ‘Orientações Técnicas de Educação em Sexualidade’ reafirma a posição da educação em sexualidade com base em diretrizes de direitos humanos e de igualdade de gênero”, disse a diretora-geral da UNESCO, Audrey Azoulay.

“Promove a aprendizagem estruturada sobre sexualidade e relacionamentos de uma maneira positiva e centrada no melhor interesse dos jovens. Ao enfatizar os componentes essenciais de programas efetivos de educação em sexualidade, o guia permite às autoridades nacionais desenhar um currículo abrangente que tenha impacto positivo na saúde e no bem-estar dos jovens.”

O guia técnico foi criado para apoiar as políticas públicas dos países no desenho de currículos precisos e apropriados à idade correspondente, envolvendo crianças e jovens de 5 a 18 anos.

Com base em uma análise das melhores práticas no mundo, o guia mostra que a educação em sexualidade ajuda os jovens a se tornar mais responsáveis em sua atitude e comportamento no que se refere à saúde sexual e reprodutiva. Também é essencial no combate à evasão escolar de meninas provocada por gravidez ou casamento precoce.

De acordo com a UNESCO, a educação em sexualidade é necessária uma vez que, em algumas partes do mundo, duas em cada três meninas dizem não ter ideia do que acontece com seu corpo quando começam a menstruar, e as complicações no parto são a segunda causa de morte entre meninas de 15 a 19 anos.

O documento também desmente teorias segundo os quais a educação em sexualidade aumentaria a atividade sexual, o comportamento de risco e as taxas de infecção por HIV. Também apresenta evidências de que os programas de abstinência sexual não conseguem evitar a iniciação sexual precoce ou reduzir a frequência de relações sexuais e de número de parceiros entre jovens.

A publicação identifica uma necessidade urgente de educação em sexualidade abrange e de qualidade para fornecer informações e orientações aos jovens sobre a transição da infância para a vida adulta e sobre os desafios físicos, sociais e emocionais que enfrentam nesse processo.

Também analisa outras questões de saúde sexual e reprodutiva, que são particularmente difíceis durante a puberdade, incluindo acesso a contraceptivos, gravidez precoce, violência baseada em gênero, infecções sexualmente transmissíveis, HIV e AIDS.

O documento foi produzido por meio de colaboração entre Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS), Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), ONU Mulheres e Organização Mundial da Saúde (OMS)

FONTE: ONU

 

 

Cultura · Internacional

ONU oferece bolsas de estudo para Direito Internacional em Haia

Crédito da foto: ONU

Curso será ministrado no Palácio da Paz em Haia (Holanda) entre 25 de junho e 3 de agosto e está aberto para profissionais com experiência em direito internacional. As aulas serão em francês e o prazo de inscrição se encerra em 29 de janeiro de 2018.

As Nações Unidas oferecem bolsas de estudo para curso de direito internacional no âmbito do Programa de Bolsas de Direito Internacional das Nações Unidas (ILFP, na sigla em inglês).

O curso será ministrado no Palácio da Paz em Haia (Holanda) entre 25 de junho e 3 de agosto de 2018 e está aberto para profissionais com experiência em direito internacional de países em desenvolvimento e países com economias emergentes. As aulas serão em francês e o prazo de inscrição se encerra em 29 de janeiro de 2018.

As bolsas contemplam todas as despesas de passagem, seguro-saúde, matrícula, acomodação, material do treinamento e diárias para os candidatos selecionados.

Todas as informações estão em http://www.un.org/law/ilfp – incluindo um espaço de contato para eventuais dúvidas, que devem ser direcionadas exclusivamente por meio desse site.

FONTE: ONU

 

 

Cultura · Economia · Música · Sociedade

Vanessa da Mata usa cenário de Ilhéus e grava reflexões artísticas 

Vanessa da Mata em Ilhéus
Vanessa da Mata em Ilhéus

Não bastou ser mais um show na sua carreira. Foi preciso mais: registrar a beleza de Ilhéus, a força da cultura e da história da cidade. A cantora Vanessa da Mata está divulgando Ilhéus para os seus fãs em todo o mundo. No seu canal oficial no Youtube, uma rede social de compartilhamento de vídeos, ela postou na lista de “novos vídeos em janeiro”, a sua passagem pela cidade. Na praia revelou: “todo mundo canta. A pessoa que não canta, desconfio”.

No cenário paradisíaco das praias de Ilhéus, ela faz uma reflexão da sua arte. “A música é uma coisa incrível na vida de todo mundo e ficando pensando emocionada em saber que as pessoas pagam para ver me ver cantar, investindo o dinheiro delas ao que me dedico”, disse. Além das praias, cenas do filme mostram sua visita à Casa de Jorge Amado, à fazendas de cacau e à Catedral de São Sebastião, símbolos da cidade.

Um show – Vanessa da Mata realizou o show especial de reabertura da Concha Acústica de Ilhéus, localizada na Avenida Soares Lopes, no dia 15 de dezembro do ano passado, com seu novo espetáculo Caixinha de Música. Milhares de pessoas prestigiaram o evento, uma iniciativa do Governo da Bahia e da Prefeitura Municipal, que contou com a presença do governador Rui Costa, do prefeito Mário Alexandre e do vice-prefeito José Nazal.

Situada entre o Porto de Ilhéus e o Centro de Convenções, a Concha Acústica é o maior equipamento cultural público da cidade, com capacidade para quase 15 mil pessoas. Inaugurado em novembro de 1988, o espaço foi projetado pelo paisagista Roberto Burle Marx na ideia de reurbanização da Avenida Soares Lopes. Mas, nos últimos anos, o equipamento ficou obsoleto. Agora, foi recuperado, passando a ser uma importante opção para shows populares na cidade.

Com informações da Prefeitura de Ilhéus

 

 

Cultura · Economia · Internacional · Música

Coreia do Sul: BTS ou Beyond The Scene estoura no mundo. Brasil: Anitta segue na trilha.

Bangtan Boys ou Beyond The Scene
BTS ou Bangtan Boys ou Beyond The Scene

Sérgio Botêlho

Há um fenômeno pop em ascensão no mundo, que, junto com ele, vem carregando o seu país de origem a reboque, para o bem da cultura e da economia local. Esse fenômeno chama-se BTS, ou, Bangtan Boys ou Beyond The Scene

Trata-se de uma banda sul-coreana formada por jovens que fazem coreografias no palco debaixo de feéricos jogos de luzes e efeitos visuais, que estão enlouquecendo os jovens ao redor do mundo. Uma velha fórmula que continua dando certo.

Suas músicas misturam o inglês com o sul-coreano, repetindo uma prática que vem sendo utilizada por grupos musicais de vários países, buscando, com isso, alcançar, pelo inglês, o maior número de pessoas possíveis, ao redor do mundo, levando a reboque a língua pátria.

Nas redes sociais, o sucesso da banda fica bem claro, no Brasil, com o sucesso da hashtag #BrasilPromoveBTS, pelo qual as jovens fãs locais, que se chamam B-Armys (com seu canto próprio chamado “fanchant”), estão promovendo o grupo para despertar o interesse em traze-los para uma turnê pelo país.

O BTS é composto por sete jovens, todos da Coréia do Sul, a saber: Jin, Suga, J-Hope, RM (Kim Nam-joon), Jimin, V (Kim Tae-hyung) , e Jungkook. Formado em 2013, o ano de 2017 parece ter sido o de maior prestígio internacional.

O bem que faz à economia da Coreia do Sul a ascensão internacional do grupo deve ser espetacular. Penso que é o mesmo bem que pode fazer, ao Brasil, a ascensão de Anitta, no cenário internacional.

É o mesmo bem que por exemplo fizeram ou fazem, ao Brasil, artistas do quilate de Tom Jobim, maestro Moacir, João Gilberto, Chico Buarque de Holanda, Gilberto Gil, Milton Nascimento, Caetano Veloso, entre outros.

Não somente na música, mas, também, no cinema, é hora de o Brasil dar mais atenção ao seu segmento cultural buscando, principalmente, ficar bem longe de manifestações de ódio e de intolerância alicerçados em ideologias ou em dogmas religiosos absolutamente inúteis.

 

 

#BTS #BangtanBoys #BeyondTheScene #CoreiadoSul #BrasilPromoveBTS #B-Armys #Anitta