eleições 2018

Vida difícil para o PSDB

Crédito da foto: Marcelo Camargo, Agência BrasilPrimeiro foi o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, quem resolveu anunciar o fim de um casamento com os tucanos que foi firmado em 1994, e que, segundo o líder do DEM, está desgastado e chegando ao fim.

Na sequência, o PP fez questão de anunciar que está com Maia para o que der e vier e que qualquer posicionamento do partido tem de envolver o presidente da Câmara nas negociações. Sem isso, o PP estará fora dessa costura.

Em meio a tudo isso, o ex-ministro da Educação, deputado Mendonça Filho ensaiou movimento na direção do PSDB, pretensamente disposto a ser vice de Alckmin. O presidente nacional da sigla, ACM Neto estrilou.

Agora, foi a vez do presidente Michel Temer que, em entrevista ao jornalista Gerson Camarotti desabafou contra os tucanos, atribuindo aos peessedebistas a divulgação de matérias que dão conta de que ele, Temer, ainda procurando Alckmin para aliança presidencial.

Temer se revelou “indignado”: “Essa gente está atrás de mim com ânsia. E fica parecendo que sou que estou atrás de Geraldo Alckmin de forma insistente, abanando o rabo”, protestou o presidente.

Pelo que se vai percebendo, está difícil a costura do PSDB para constituir a candidatura de Alckmin numa postulação unificadora do centro, no rumo das eleições presidenciais. Há outros interesses divergentes, e fortes, nessa mesma direção.

(SB)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s