Justiça · Política

Prisão de Lula: expectativas

Crédito da foto: Fellipe Sampaio/STF)Sérgio Botêlho

Não há outro assunto de maior destaque para esta sexta-feira, 06, do que a ordem de prisão exalada pelo juiz Sérgio Moro, do Paraná, contra o ex-presidente Lula, que tem prazo para se apresentar à Justiça até as 17 horas de hoje.

A dúvida, por ora, reside exatamente no que fará o ex-presidente: se vai esperar a Polícia Federal ir busca-lo ou se vai atender à determinação de Moro e se apresentar voluntariamente para a prisão.

Os advogados de Lula defendem que ele se apresente, normalmente, enquanto buscam saídas jurídicas para o assunto, no STF, que deve rediscutir a tese da prisão em segunda instância na próxima quinta-feira, 11, conforme pretende o ministro Marco Aurélio.

Parte da militância, no entanto, quer que o ex-presidente aguarde a prisão onde se encontra (neste momento, no Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo, onde passou à noite). Os aliados que defendem essa tese querem uma foto de Lula, preso, para a política.

Enquanto isso, novas facetas da decisão de Moro estão vindo à tona. Segundo se depreende do despacho pela prisão de Lula, ele exige do ex-presidente uma multa de R$1 milhão, em virtude do caso do triplex de Guarujá, justamente, o motivo de sua prisão.

Debruçada sobre o assunto, hoje, a imprensa veicula as mais diversas opiniões sobre o pedido de prisão de Lula, que vão desde o apoio integral até a rejeição absoluta da decisão de Moro, passando por posições mais cautelosas sobre a velocidade do que foi decidido.

Há uma última tentativa da defesa do ex-presidente, que é um novo pedido de habeas corpus que já está tramitando no STJ. Mas, entre os especialistas, não reina grandes expectativas sobre o sucesso da ação.

Assim, ou se entregando ou aguardando a prisão em São Bernardo, a perspectiva é de que o ex-presidente seja preso, hoje, quando, a partir de então, manterá suas esperanças voltadas para o novo debate, no Supremo, a respeito da prisão em segunda instância, na quinta-feira, 11.

Nesse debate, sobre o mérito da questão, a confiança da defesa de Lula é no voto da ministra Rosa Weber, decisivo contra Lula no habeas corpus, mas, que deve ser contra a prisão após segunda instância, conforme adiantou, a própria ministra, na última quarta-feira.

One thought on “Prisão de Lula: expectativas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s